quarta-feira, 6 de julho de 2016 • por Blog Pés Viajantes

Conhecer a Bélgica logo de cara no nosso primeiro mochilão foi surpreendente, superou muito as nossas expectativas. Por conta disso, saímos do país na manhã seguinte com a sensação de "quero mais", em um ônibus que custou 20 euros para cada um. Em poucas horas desembarcamos em Amsterdam. A viagem contou com uma paisagem bem linda e invernal de moinhos de vento e turbinas eólicas (aqueles cata-ventos gigantes, sabem?)

 Toda vez que a gente chega num destino novo é uma grande aventura descobrir onde exatamente desembarcamos e como chegaremos no hotel, ou no centro da cidade. Apesar dessa aventura (que nos fez pegar algumas vezes o transporte errado) sempre no final tudo deu certo. Dessa vez não foi diferente. O ônibus da Megabus que vai de Bruxelas para Amsterdam pára numa espécie de terminal rodoviário num lugar um tanto distante da Amsterdam que a gente conhece dos filmes. Mas tinha uma estação de tram (VLT) bem na frente com um mapa e uma máquina para comprar tickets, e em cerca de meia hora estávamos ~naquela ~Amsterdam. 

Nos hospedamos no Stayokay Vondelpark, um hostel que ficava bem na frente do Vondelpark, mas tivemos um pouco de dificuldade para encontrá-lo. Isso porque o parque é bem grande e demoramos  até descobrir em qual lado exatamente ficava o hostel. Na época (fev/2015) custou em torno dos 30 euros cada noite em quarto compartilhado com aproximadamente 10 pessoas, já incluso nesse valor o café da manhã. Como estávamos fazendo um mochilão, deixamos de lado alguns caprichos, como quarto exclusivo, e não nos arrependemos. De todas as experiências que tivemos, foi apenas uma vez que nos incomodamos com colegas de quarto que fizeram barulho de madrugada. O Stayokay (olha a publicidade gratuita aqui) é um hostel bem organizado, moderno e limpo, e com certeza nos hospedaríamos ali outras vezes. Eles tem outras duas filiais em Amsterdam, todas bem localizadas. 

Eu (Thu) acabei cometendo um erro de cálculo na hora de organizar nosso mochilão, e ficamos um dia a menos do que eu esperava em Amsterdam. Então tivemos que aproveitar cada hora possível para dar tempo de conhecer os lugares que estavam na nossa programação. 

Andar por Amsterdam me lembrava sempre daquela novela, Páginas da Vida, que começava com um casal fazendo intercâmbio na cidade, alguém lembra? Acho que desde aquela novela eu cultivava o sonho de fazer um intercâmbio com alguém especial. <3  

Assim que chegamos, saímos comer alguma coisa e conhecer a casa de Anne Frank. Como compramos ingresso pelo site, não tivemos que ficar na fila enorme, pois tínhamos um horário agendado. Ah! Essa é uma dica importante para viagens: a maioria dos museus e atrações disponibilizam a venda de bilhetes pela internet, e isso te economiza muito tempo, e às vezes dinheiro. Não era permitido tirar fotos dentro da casa, mas foi uma visita muito emocionante que recomendamos muito! 

Quando saímos da casa já estava começando a escurecer, e resolvemos voltar para o hostel comer algo e descansar, pois no dia seguinte iríamos acordar cedo para outras atrações. 

No segundo dia, acordamos e alugamos uma bicicleta no próprio hostel. E é incrível a complexidade da estrutura viária para bicicletas ali. Todas as esquinas possuem semáforos extremamente sincronizados para todos: carros, bicicletas e pedestres. E é muito legal ver que todo mundo usa a bike como transporte. Tinha crianças indo pra escola, adultos de terno indo trabalhar, idosos voltando de feiras,.. e turistas como a gente! haha Às 11:00 havíamos combinado com uma amiga que estava fazendo intercâmbio numa cidade próxima de Amsterdam de irmos no museu da Heineken (Heineken Experience). Como chegamos com uma hora de antecedência da nossa visita, resolvemos fazer o passeio de barco pelos canais, que iniciava bem em frente ao museu - e também já havíamos comprado pela internet-. O passeio foi quase que exclusivo pra gente! Além de nós dois, havia apenas um outro casal no barco. A gente imagina que deve ser por conta da época fria que não atrai tanto os turistas. Eles disponibilizavam fones de ouvido para acompanhar os áudios em diversos idiomas que iam contando a história da cidade. Nós gostamos bastante desse passeio, foi um bom jeito de ver a cidade por um outro ângulo e saber um pouco mais da história dali. O passeio durou cerca de 40 minutos e quando voltamos ao museu, nossa amiga já nos aguardava. 

A Heineken Experience foi uma visita muito legal. O museu é bastante interativo, e é dentro da primeira fábrica da cerveja. A entrada lá garante três degustações durante a visita, ou seja, todo mundo sai de lá bem feliz! No final também ganhamos um copo da marca, e um passeio no barco da Heineken. Como o itinerário do passeio é o mesmo daquele que fizemos antes, acabamos não repetindo o passeio. Almoçamos numa pizzaria italiana e voltamos com a bike para o hostel. À noite resolvemos participar de Pub Crawl pela Red Light, mas ele foi meio #fail. Como era uma terça feira, haviam poucas pessoas, e todas com uma vibe um pouco diferente da nossa, hahaha. (vulgo: nos sentimos um pouco velhos...). No terceiro bar já escapamos do grupo e terminamos nosso passeio sozinhos. Conhecemos a Red Light, e a experiência foi interessante por conta dos bares da região, mas também um pouco desconfortável. Nós tínhamos expectativas diferentes sobre a atmosfera dessa rua, ambas otimistas, mas chagando lá percebemos que na verdade a rua é meio triste. Ver as mulheres nas vitrines, como um produto causou uma sensação bem esquisita. Ah! Ali é expressamente proibido tirar fotos viu? O guia do pubcrawl explicou logo no começo que existem muitas garotas do leste europeu, por exemplo, que vão trabalhar em Amsterdam pra juntar dinheiro, e as famílias não sabem de absolutamente nada. Por isso ali na região existem vários seguranças que vão ser bem desagradáveis caso peguem alguém fotografando as meninas nas vitrines. 

E aí terminou nossa curta passagem por Amsterdam. No dia seguinte partimos beeem cedinho para o aeroporto para o próximo destino: Berlim. Infelizmente não pudemos conhecer o parque das tulipas, pois ainda era final do inverno e o parque estava fechado. Com certeza um dia voltaremos na primavera para passar mais dias, pois a atmosfera da cidade é muito boa! 

No próximo post, vamos compartilhar o vídeo desses dias na Holanda. Não esqueçam de se inscreverem no nosso canal.


























Marcadores: , , , , , ,


Postado por

Blog Pés Viajantes




comentários | compartilhe!






segunda-feira, 20 de junho de 2016 • por Pés Viajantes
Lá no comecinho de janeiro começamos a contar como foi nosso Mochilão pela Europa. Fizemos até um trailer resumo dessa viagem, vocês lembram? Nosso primeiro destino foi a Bélgica, e ali conhecemos Bruxelas e demos uma passadinha em Bruges. Quem acompanha a gente já viu o post sobre o começo do mochilão, quando contamos um pouco de Bruxelas, mas quem ainda não viu, pode ver clicando aqui. Há pouco tempo compartilhamos um pouco da nossa visita à Bruges, e o link é esse aqui. Nesse mochilão resolvemos filmar muita coisa, e dividimos os vídeos por países que visitamos. E esse post é pra mostrar pra vocês o pedacinho da Bélgica que nós conhecemos.

Não esqueçam de se inscrever no canal! :D 

Spoiler alert: ~O próximo destino que vamos compartilhar aqui é Amsterdam~ tcham tcham tcham tcham~


Marcadores: , , , , , , , ,


Postado por

Pés Viajantes




comentários | compartilhe!






Ciao a tutti!
Sejam bem vindos ao nosso diário de bordo.
Aqui iremos compartilhar um pouco de nossa vida: rotina, sonhos e viagens. Viajar é o que mais gostamos de fazer juntos e por isso criamos o projeto Pés Viajantes. Para saber mais sobre a gente, clique aqui, e boa viagem!


CATEGORIAS





ARQUIVOS



Pés Viajantes - 2014 ©
Todas as postagens aqui contidas são de autoria da Thuany Santos e Giulliano Zanlorenzi, exceto quando apontado o contrário. As imagens utilizadas são fruto de reproduções, e se você teve seu conteúdo publicado aqui e deseja que seja retirado, entre em contato em doispesviajantes@gmail.com.
Design e codificação por Júlia Duarte.
Ilustração por Alana Prado, Lanillu

From scratch, with ♥
Powered by Blogger.